Viana denuncia: Temer está vendendo o Brasil

E-mail Imprimir PDF

Senador lamenta abertura indiscriminada do mercado aéreo brasileiro e da mineração na Amazônia. “É um crime lesa-pátria”, adverte

O senador Jorge Viana (PT-AC) voltou a criticar fortemente o governo Michel Temer pela adoção de medidas e políticas públicas que afrontam a soberana nacional, como a venda de empresas aéreas e terras a estrangeiros, além da reabertura da mineração na Amazônia. “É um crime lesa-pátria: estão pondo o Brasil à venda”, alertou, em discurso na tribuna do Senado, nesta terça-feira, 11 de abril. “Nós não podemos seguir essa marcha da insensatez”.

“Esse projeto de mineração é criminoso”, destacou. “Está escrito na Constituição que o solo e o subsolo são parte da soberania nacional. Quem é que vai fazer a defesa dos 25 milhões que vivem na Amazônia quando empresas, grandes corporações estrangeiras chegarem lá para levar a riqueza que nós temos?”

Segundo o parlamentar, um ano depois de o país assistir à votação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff pela Câmara, o Brasil está sendo colocado à venda pelo governo ilegítimo. “Àqueles que ainda têm fé a esperança, àqueles que ainda têm amor por este país, eu faço um apelo: vamos fazer valer aquele nacionalismo que está dentro da gente, independente de outras posições divergentes, e pôr um freio”, disse.

Viana listou algumas das medidas do Palácio do Planalto que considera uma ameaça aos interesses nacionais, como a abertura total do mercado aéreo às empresas estrangeiras. “Não há nenhuma grande nação no mundo que não tenha uma grande companhia aérea. Isso é um fato. Nenhuma”, alertou. “Estão pondo à venda todas as companhias aéreas do Brasil”.

O senador também condenou o projeto que autoriza a mineração na Amazônia. “Parece que não aprendemos com a Serra Pelada, com Roosevelt, com os desastres que temos vivido, com invasões de terras indígenas, com a mazela humana e com o desrespeito com o patrimônio nacional”, criticou. Ele lamentou a destruição do Estado brasileiro.

“A Petrobras está sendo dilapidada, depreciada, para certamente, depois, o governo pôr à venda”, disse. Ele relembrou seu alerta sobre a proposta da Casa Civil de permitir a venda de terras a estrangeiros. “Uma empresa estrangeira, com algumas moedas, vai poder comprar uma área no Brasil maior do que a soma de muitos países da Europa e do mundo”, denunciou.

“É esse o país que nós queremos? Estão pondo à venda o Brasil na pior hora, no pior momento”, advertiu o parlamentar, ressaltando que o país tem hoje 13,5 milhões de desempregados, dívida crescente e um déficit que o governo não consegue justificar.

 

Mais Notícias

Jorge Viana celebra rejeição da reforma trabalhista na Comissão de Assuntos Sociais

Parlamentar diz que a crise política vem se agravando, o governo está acuado por denúncias e o Senad...

Nota técnica DNIT sobre BR-364

Nota técnica DNIT sobre BR-364 A pedido do senador Jorge Viana (PT-AC), o Diretor Geral do do Depar...

“A classe política deve desculpas ao país”, diz Jorge Viana

Da tribuna, senador afirma que TSE não julga apenas Dilma, nem o atual presidente. “O julgamento é d...

Jorge Viana cobra pressa na recuperação da BR-364

Senador disse que recursos estão garantidos para a estrada entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul. “...

Jorge Viana se reúne com analistas e investidores

Senador manteve reunião nesta quarta-feira para tratar da conjuntura política, tentando antever cená...

Jorge Viana: “A relação com o meio ambiente é responsabilidade de todos nós"

Senador lembra, durante Semana do Meio Ambiente, que cuidar da relação do homem com o planeta deve s...

Jorge Viana volta a criticar cobrança de bagagem em viagens aéreas

Senadores debatem na Comissão de Defesa do Consumidor decisão da ANAC de liberar tarifa para companh...

Jorge Viana visita o Centro de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual e Doméstica do Ministério

  Autor da PEC64/2016 que transforma estupro em crime imprescritível, se mostra preocupado com...

Senado aprova PEC de Jorge Viana que torna imprescritível crime de estupro

Projeto de emenda constitucional é aprovada, por 66 votos, em primeiro turno. Proposta ainda será su...

Jorge Viana anuncia investimentos de R$ 12 milhões da Vivo para o Acre

Senador diz que governo do estado e prefeitura vão assinar termo de cooperação com a Fundação Telefô...