Jorge Viana participa da Conferência do Clima e teme retrocessos ambientais no Brasil

E-mail Imprimir PDF

Presidente da Comissão de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional, parlamentar acreano lidera delegação de senadores e deputados envolvidos no debate que reúne lideranças de todo o planeta

O senador Jorge Viana participa da 23ª Conferência do Clima (COP-23) em Bonn, na Alemanha e, como presidente da Comissão de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional, lidera uma comitiva de senadores e deputados que discutem com representantes do mundo inteiro como contribuir para reduzir a emissão de gases que causam o aquecimento global.


Até o dia 17 de novembro, governos reunidos na COP 23 vão procurar avançar a implementação do Acordo de Paris e desenvolver diretrizes sobre como pontos do Acordo poderão ser implementados em diversas áreas, debatendo temas como financiamento, transparência, adaptação, redução de emissões de gases, capacitação e tecnologia.


Para Jorge Viana, o grande desafio do Brasil é fazer o “dever de casa”. “Nós fizemos uma reunião com o ministro do Meio Ambiente, Zequinha Sarney, para discutir como o Brasil pode implementar o Acordo do Clima. Mas acima de tudo para falar sobre como enfrentar essa agenda equivocada que tanto o congresso quanto o atual governo federal tentam impor trazendo retrocessos para o meio ambiente”, declarou o parlamentar.


Como “medidas equivocadas”, Jorge Viana citou as medidas provisórias do governo Temer para reduzir áreas de preservação ambiental consolidadas no país. 


“O momento que nós estamos vivendo é terrível. Estamos vendo ações combinadas de grupos conservadores tentando destruir uma história bonita que o Brasil construiu nessa área nos últimos anos.  Quando a sociedade se mobilizou, com apoio de parte do Congresso, o governo voltou atrás em relação a essas medidas, mas é preciso continuarmos atentos. O Brasil está correndo riscos nessa área”, alertou.


As metas enviadas pelo Brasil ao Acordo de Paris prometem reduzir as emissões de carbono em 37% (com relação a 2005) até 2025 e em 43% até 2030, com previsão de medidas em todos os setores da economia: do combate ao desmate ilegal, que deve ser zerado até 2030, até uma expansão de fontes renováveis como a solar e a eólica na matriz energética. Jorge Viana é autor de um Projeto de Lei no Senado que torna obrigatório o cumprimento dessas metas, até então voluntárias.


Entre os parlamentares integrantes da comitiva na COP-23 estão as senadoras Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) e Lídice da Mata (PSB-BA), o presidente da Comissão de Meio Ambiente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Câmara, Nilton Tatto (PT-SP), e o deputado federal Léo de Brito (PT-AC). Nesta quarta-feira (15) será realizado um evento do Congresso Nacional Brasileiro no Espaço Brasil da Conferência do Clima.

1411171

1411172

1411173

 

Mais Notícias

Jorge Viana pede ajuda à Defesa Civil Nacional para famílias atingidas pelas chuvas Parlamentar tamb

O senador Jorge Viana esteve reunido com o prefeito Marcus Alexandre e equipe da prefeitura nesta qu...

Fruto de emenda parlamentar de Jorge Viana, Academia de Saúde é inaugurada no Bujari Senador destino

O senador Jorge Viana participou nesta quinta-feira (01) da inauguração da Academia de Saúde do Bu...

Jorge Viana e novo Comandante da PM falam de ação coordenada para combate à violência

Em reunião com novo Comandante-Geral da Polícia Militar do Acre, senador compartilhou ideias para aj...

No Brasil, uma democracia em declínio

  Os escândalos, misturando casos de dinheiro sujos e negociações no porão, se sucederam no po...

Jorge Viana: “Os políticos precisam oferecer às pessoas o que têm de melhor e não de pior”

O senador Jorge Viana (PT) esteve na manhã desta sexta, 19, conversando com o jornalista Washington ...

Um encontro para pensar Rio Branco e o Acre

Dando sequência a uma séria de conversas e visitas que tem feito durante o recesso parlamentar, o se...

Movimentos sociais anunciaram que estarão em Porto Alegre durante o julgamento do ex-presidente Lula

Diversos movimentos sociais anunciaram que estarão em Porto Alegre durante o julgamento do ex-presid...

Jorge Viana rechaça pressão pelo fim da neutralidade na internet

Relator da política de banda larga, senador alerta que mudança adotada pelos Estados Unidos vai prej...

Jorge Viana quer voos extras para o Acre

Da tribuna do Senado, parlamentar pede às empresas aéreas que destinem mais passagens e linhas aérea...

Jorge Viana terá Nazareth Araújo como primeira suplente na candidatura para o Senado

Durante o lançamento da chapa majoritária da Frente Popular do Acre realizado no auditório da Biblio...